Artigos

O campeo e o derrotado...

Professor Paulo Srgio Buhrer

05.junho.2015

Todos nós temos um campeão e um derrotado dentro da gente, e vai se libertar aquele que mais alimentarmos. Qual deles você tem alimentado com seu comportamento, postura, crenças, companhias?

Abra-se mais para o mundo, mude alguns pontos de vista, crenças, mude relacionamentos, companhias, sempre que necessário for para alimentar seu campeão.

Admire sua história, sua inteligência, seus pontos de vista. Mas, mude constantemente o que é preciso e precioso mudar. Decida parar de arranjar espinhos na vida. O que são esses espinhos? São os muros que você cria. As crenças negativas e pensamentos abortivos que você mantém. São as pessoas erradas do seu lado, embora não valha à pena culpar aos outros pelo estado em que nos encontramos, pela situação na qual vivemos. Profissionalmente muita gente culpa ao chefe, ao colega de trabalho, a crise quando nada dá certo, e se esquecem de olhar para dentro delas para ver o que precisam mudar.

Nenhum chefe em sã consciência demite quem dá lucro, quem traz resultado. Os clientes não dispensam vendedores que têm boas propostas de retorno, seja financeiro ou emocional. Pode vir o Papa falar mal de você, que o dono da empresa, o cliente não demitem quem dá lucro. A gente mesmo é que se demite um pouco a cada dia, a cada comentário negativo, a cada bloqueio de ideia, e a cada mudança necessária não feita.

Estamos em crise? Depende. Na verdade, depende mais do jeito que cada um vê as coisas. Para mim, o país passa por momentos difíceis. Contudo, não é me fechando, buscando desculpas e justificativas que as coisas vão melhorar.

Ontem fechei um excelente negócio. Um treinamento aos sábados, às 7h da manhã, durante seis meses, uma vez ao mês. Sabe por que? Por que todas as noites oro e peço a Deus que me dê forças para cumprir minha missão, e penso em como ajudar as pessoas a conseguirem aquilo que elas querem. Estudo, dedico-me, mas, o que mais me ajuda a vencer na vida é a minha crença positiva, minha fé de que não há crise que destrua quem dorme e acorda pensando em como ajudar alguém. Nunca vou dormir reclamando, me desculpando. Desculpas nos afundam, fé, crenças e esperança nos impulsionam. Ah, e a empresa fechou comigo porque ninguém mais quis levantar tão cedo para trabalhar!

Você merece respeitar mais o campeão que habita em você. Mantenha acesa a chama da sua vontade de dar uma vida melhor para sua família e para você mesmo. Deixe a faísca da energia positiva conquistar você. É ela que sobra muitas vezes, quando tudo está dando errado. Sem ela, o derrotado vence, o que é um paradoxo.

Foque no positivo, abra a mente para as novidades. Deixe a crise para quem quer afundar com ela. Vá a luta. Não busque pensamentos, desculpas, justificativas que travam você. Procure soluções, alternativas, ideias, atitudes que sirvam como trampolim, como escada.

Mate o derrotado que mora em você. Liberte o campeão. Os dois moram aí dentro. Muitas vezes, vamos alimentando tanto o derrotado, que ele fica mais forte que o campeão. Com o tempo, o campeão morre. VOCÊ QUER MATAR O CAMPEÃO EM VOCÊ???

Abraço, e sucesso sempre. Fique com Deus, campeão. Quero só o seu bem, sua energia positiva. Não sou eu quem vai fazer sucesso ou fracasso por você. É você mesmo quem vai escolher isso.